Pastoral da Saúde

Documentos e Informações úteis:

a) Ser Pastoral da Saúde e suas 3 dimensões: Clique aqui

b) Programa de visitação ao Hospital São Caetano: Clique aqui

c) Projeto Catequese Permanente: Clique aqui

d) Pastoral da Saúde - Coletânea de Palestras: Clique aqui

e) Ritos Extraordinários da Comunhão:
Versão 1
Versão 2
Versão 3

f) Orações Diversas: Clique aqui

A Pastoral da Saúde deve ir ao encontro dos doentes tanto nos domicílios particulares como nos hospitais e casas de saúde. São ambientes diferentes que exigem também um modo diferente de fazer pastoral.


A Pastoral da Saúde terá como preocupação principal de toda a sua ação evangelizadora:

• Humanizar e cristianizar os ambientes de tratamento dos doentes.
• Dar um sentido cristão ao sofrimento.
• Atingir o coração do enfermo e aproximá-lo de Cristo.
• Levar o enfermo a tomar uma atitude de fé e esperança perante a dor.
• Fazer do doente um apóstolo pelo exemplo de sofrimento assumido.

Um fator importante para essa Pastoral é ver, aceitar, atingir e tratar o doente como um todo: físico, psíquico e espiritual. Para que um doente seja espiritualmente atendido não basta garantir a ele a visita rápida do Capelão ou algum Ministro da Igreja. É preciso que os profissionais da saúde estejam preparados, despertados na fé e conscientes de sua missão cristã junto ao doente.

A Pastoral da Saúde deve propiciar mudanças nas estruturas que atendem os doentes, tanto nos hospitais como nas casas de família, para fazer destes lugares sinais de Igreja Viva e presença de Cristo junto à pessoa que sofre.


O papel da Pastoral da Saúde é fazer entender que a tarefa de libertar as pessoas de seus males, de suas doenças, cabe:

• ao poder público: executando uma política de saneamento básico.
• à classe médica: tratando o doente como ser humano.
• aos enfermeiros e enfermeiras e outros profissionais da saúde: fazendo da profissão uma vocação.
• às escolas de medicina e de enfermagem: profissionalizando e humanizando os currículos.
• aos familiares e amigos: dando ao doente carinho e atenção permanente.
• aos agentes de pastoral: levando o conforto espiritual.
• aos que visitam o doente: transmitindo uma palavra de otimismo, amor, solidariedade, esperança.
• ao próprio doente: assumindo a sua condição e libertando-se.


A Equipe de Pastoral da Saúde na Paróquia tem estas preocupações principais:

• Visitar periodicamente os doentes e acompanhar as suas famílias.
• Ligar o enfermo e sua família à Paróquia.
• Levar ao doente o conforto dos sacramentos (Confissão, Eucaristia e Unção dos Enfermos), sempre que ele o desejar.


Membros da Pastoral da Saúde da nossa paróquia:

#

NOME

MINISTÉRIO

1
Abílio Garcia Hernandez
Extraordinário da Comunhão / Enfermos
2
Anna Onofre
Extraordinário da Comunhão / Enfermos
3
Elvira Prado Teixeira
Extraordinário da Comunhão / Enfermos
4
Encarnação Bagre Lourenço
Dos Enfermos
5
Euclidia Maranho Trozzi
Dos Enfermos
6
Fátima Aparecida Marriá da Matta
Extraordinário da Comunhão / Enfermos
7
Lino Cândico Matos
Extraordinário da Comunhão / Enfermos
8
Marcelo Vanucci Leocádio
Extraordinário da Comunhão / Enfermos
9
Márcia Regina Rampazzo de Vasconcelos
Dos Enfermos
10
Maria Isabel Andrade Meirelles
Dos Enfermos
11
Maria S. Santos (Anita)
Extraordinário da Comunhão / Enfermos
12
Maria Vera Andrade
Dos Enfermos
13
Ofélia Bertoa
Dos Enfermos
14
Silvana Toledo
Extraordinário da Comunhão / Enfermos
15
Wilson Ednel Galhazi
Extraordinário da Comunhão / Enfermos

Paróquia Nossa Senhora Aparecida | São Caetano do Sul